Migrações Internacionais: Herança XX, Agenda XXI

migracoes[1]

George Walmsley
Representante do Fundo de População das Nações Unidas

John Kowalski
Oficial de Programa

A migração internacional atingiu, no mundo, um ponto fundamental no desenvolvimento das relações entre os países e, em especial, significativa importância na América Latina.

A qualidade e o dinamismo da cultura brasileira é um produto das correntes migratórias que o país recebeu em um longo período. É também um exemplo do impacto positivo que a migração pode ter sobre um país ou determinada região.

Os movimentos de populações em nível internacional podem beneficiar tanto o país de origem quanto o país de destino, proporcionando ingressos de recursos econômicos aos primeiros e recursos humanos aos segundos. Em longo prazo, esses movimentos tendem a facilitar a transferência de conhecimentos entre as nações e enriquecer as diferentes culturas nacionais.

O Programa de Ação da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento, realizado em 1994, reflete o consenso da comunidade global sobre a importância da migração internacional como um fenômeno global e também ressalta a necessidade da coordenação e cooperação na direção desses movimentos.

As causas fundamentais da migração têm que ser estudadas, sobretudo as que têm a ver com a falta de oportunidades econômicas e subdesenvolvimento social nos países de origem, de modo que se possa ir ao encontro da formulação e implantação de estratégias que tenham como meta um desenvolvimento sustentado e sustentável.

Os benefícios, a longo prazo, da migração internacional dependerão da existência de verdadeiras opções econômicas e sociais nos países de origem, de maneira a permitir que a decisão de migrar resulte da própria vontade dos indivíduos e que se desenvolvam acordos mútuos entre os países e comunidades afetadas. São temas que, no Brasil, estão adquirindo maior importância em razão do Mercosul e dos esforços em direção à integração dos países da região.

O objetivo do Fundo de População das Nações Unidas é contribuir para um entendimento e discussão sobre as relações entre as variáveis de população, desenvolvimento social, recursos naturais e meio ambiente. Além disso, como um agente do Sistema das Nações Unidas, o FNUAP apóia a cooperação e o diálogo entre as nações e as comunidades.

Esperamos que os trabalhos divulgados nesta publicação e as apresentações e discussões havidas nas demais atividades do Programa Interinstitucional de Avaliação e Acompanhamento das Migrações Internacionais no Brasil fortaleçam o debate em torno deste tema entre a comunidade acadêmica, as entidades governamentais e públicas em geral, para assim contribuir na formulação de políticas que ressaltem os benefícios dos movimentos migratórios ordenados entre as nações.

 

Ano da publicação:

Veja também