Atlas Temático: Observatório das Migrações em São Paulo

atlastematico[1]

Rosana Baeninger

O Atlas Temático Observatório das Migrações em São Paulo busca retratar a trajetória das migrações internas e internacionais no Estado de São Paulo no período que compreende o final do século 18 até a primeira década do século 21 (1794-2010). Está dividido de acordo com as duas linhas temáticas que compõem a pesquisa: Linha Temática I – Migrações Internas e Internacionais na Formação Social Paulista: uma perspectiva histórica e Linha Temática II – Migrações Internas e Internacionais Contemporâneas.

Os mapas apresentados permitem identificar os processos migratórios contextualizados historicamente e seus movimentos migratórios internos e internacionais, ao longo desse período. Contempla, ainda, a distribuição da população, aspectos da dinâmica econômica e de políticas públicas para anos recentes. A partir de diferentes fontes de informação foi possível reconstruir a importância das migrações no Estado de São Paulo indicando tanto os movimentos migratórios internos no período da escravidão quanto a continuidade da imigração internacional pós- 1930, ao longo dos anos 1950-1980 e retomando sua visibilidade a partir dos anos 1990-2010. Os movimentos migratórios inseridos em dinâmicas econômicas diferenciadas no Estado de São Paulo engendraram processos recorrentes, contribuindo para a emergência de situações diversificadas e específicas de deslocamentos populacionais em São Paulo, antecipando – em muitas vezes – processos nacionais. Ou seja, busca-se revelar a presença do fenômeno migratório nacional e internacional no Estado de São Paulo e sua distribuição espacial no território.

O estudo do fenômeno migratório ao longo do tempo e sua presença nos diferentes municípios paulistas possibilitam identificar heterogeneidade nas migrações – internas e internacionais, passadas e contemporâneas – em suas dinâmicas regionais e na própria formação social paulista em seus espaços metropolitanos e interioranos.

Este Atlas Temático permite renovar o olhar acerca das migrações internas e internacionais no Estado de São Paulo e sua ocupação territorial. Sua elaboração foi possível graças à equipe do Projeto Temático Observatório das Migrações em São Paulo: fases e faces do fenômeno migratório no Estado de São Paulo, bem como das instituições parceiras.

A permanente ebulição social e as migrações nos diferentes períodos de desenvolvimento em estudo são retratadas na obra de Benedicto Calixto, a qual ilustra a capa desta publicação.

 

Ano da publicação:

Veja também