POLÍTICA EDUCACIONAL NA REDE ESTADUAL PAULISTA (1995 A 2018)

Período:

Março 2019 - Fevereiro 2021

Descrição:

Este projeto de pesquisa foi elaborado por pesquisadores da Rede Escola Pública e Universidade que, desde 2016, vêm estudando as políticas educacionais na rede estadual paulista. A temática que o circunscreve é a análise longitudinal da política educacional paulista, de forma a abranger os últimos 23 anos (1995-2018), em termos de formulação, implementação e resultados, expressas nas reformas, programas e projetos, considerando um espectro que engloba da implantação às formas de resistência. Assim, o objetivo da pesquisa é analisar a política educacional do estado de São Paulo no período indicado, com base nos elementos que perpassam o conjunto de ações da Secretaria de Estado da Educação paulista, visando apreender suas orientações, avanços e formas de resistências. Consideramos que a apreensão das políticas públicas e da forma como elas são concebidas, formuladas e executadas exige um entendimento sobre o modo de operar do Estado, à medida que a concepção de Estado orienta a análise dos formatos da ação estatal e o seu nível de intervenção na sociedade. Os procedimentos metodológicos envolvem a realização de pesquisa quali-quantitativa, posto que visam abarcar análises estatística e documental e pesquisa de campo. Os dados serão coletados e examinados com base nos pressupostos da análise de políticas públicas que consideram as relações de determinada política ou programa com os arranjos sociais, econômicos e políticos mais gerais (LASSWELL, 1951), adotando-se a perspectiva da Teoria do Equilíbrio Pontuado de Baumgartner e Jones (1993), que propicia uma forte integração entre estudos qualitativos e quantitativos, adequada à compreensão das variações de longo prazo em um mesmo campo de políticas públicas.

Coordenador(a):

Profª. Márcia Jacomini
  • Joice Melo Vieira
  • Teise de Oliveira Guaranha Garcia
  • João Batista da Silva Santos
  • Cileda Parrella
  • Luiz Carlos Novaes
  • José Alves da Silva
  • Ana Paula Santiago do Nascimento
  • Débora Cristina Goulart
  • Ana Paula de Oliveira Corti
  • Sérgio Stoco
  • Silvio Carneiro
  • Carmen Sylvia Vidigal Moraes
  • Lisete Regina Gomes Arelaro
  • Marieta Gouvea de Oliveira Penna
  • Rubens Barbosa de Camargo
  • Felipe Willian Ferreira de Alencar
  • Isabel Melero Bello
  • Theresa Adrião
  • Fernando Luiz Cássio Silva
  • Caio Cabral da Silva
  • Eduardo Donizeti Girotto
  • Evaldo Piolli
  • Leonardo Crochik
  • Luciana Cristina Salvatti Coutinho
  • Rodrigo Travitzki Teixeira de Oliveira
  • Salomão Ximenes
  • Selma Borghi Venco
  • Andreza Barbosa
  • Beatriz Fortunato da Silva
  • Beatriz Garcia Sanchez
  • Eliane da Costa Bruini
  • Erick Dantas da Gama
  • Flávia Vitor Longo dos Santos
  • Iracema Santos do Nascimento
  • Isabel Furlan Jorge
  • João Victor Pavesi de Oliveira
  • Marcelo Paziano
  • Maria José da Silva Fernandes
  • Maria José dos Santos
  • Marina Avelar
  • Rafael Antunes Seleznevas
  • Raphael Bueno Bernardo da Silva
  • Regina Mieyeko Oshiro
  • Rita de Cássia Vereda
  • Rosemary Mattos
  • Rubia de Araujo Ramos
  • Maria Lucia Lanza
  • Ana Carolina Colacioppo Rodrigues
  • José Roberto Montes Heloani
  • Antonia Junqueira Malta Campos
  • Renata Rodrigues de Amorim Medina
  • Régis Henrique dos Reis Silva
  • Sarah Maria de Freitas Machado Silva
  • Thiago Moreira Melo e Silva
  • Julia Brito da Conceição
  • Beatriz Furtunato da Silva
  • Gabriel Morgato Marques
  • Matheus Henrique Furtado

Financiador:

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)