FAMÍLIAS MULTIGERACIONAIS: PROCESSOS SOCIODEMOGRÁFICOS E AS TRANSFORMAÇÕES NA COMPOSIÇÃO DOMÉSTICO-FAMILIAR NO BRASIL A PARTIR DE 1970.

Período:

Dezembro 2013 - Novembro 2015

Descrição:

O estudo tem por objetivo analisar características dos integrantes de domicílios que abrigam três ou mais gerações de pessoas com vínculo de parentesco. Visa identificar e analisar nessas unidades doméstico-familiares multigeracionais: (a) o tipo de composição familiar; (b) os perfis sociodemográficos dessas unidades; e (c) as possíveis mudanças e persistências nas condições em que se articulam a corresidência entre várias gerações ao longo do tempo e em regiões distintas. Um segundo objetivo mais geral do trabalho é contribuir para uma reflexão teórico-metodológica sobre os limites, avanços e alternativas que a fonte censitária e os indicadores comumente utilizados oferecem para a análise das transformações nas famílias contemporâneas. Quais os ganhos obtidos e os entraves observados com o uso desse ferramental? Que outras alternativas de informações, técnicas de análise e indicadores poderiam ser pensadas para avançar nas questões trazidas pelo campo de estudos sobre famílias e domicílios?.

Coordenador(a):

Glaucia dos Santos Marcondes

Financiador:

CNPq