ESTUDO GENIH: GÊNERO E INFECÇÃO PELO HIV: PRATICAS E DECISÕES RELATIVAS À SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA

Período:

Novembro 2013 - Outubro 2015

Descrição:

Tendo como ponto de partida o contexto de feminização da epidemia do HIV/Aids e a carência de estudos sobre as implicações deste diagnóstico nas decisões relativas à saúde sexual e reprodutiva das mulheres, o presente projeto propõe investigar aspectos da saúde sexual e reprodutiva de mulheres vivendo com HIV/Aids (MVHA) e comparando-os com mulheres soronegativas para o HIV, ou não vivendo com HIV/Aids (MNVHA. Especial atenção será dada à influência de dimensões do contexto social e relacional dessas mulheres, particularmente a presença de situações de violência de gênero sofrida, e do contexto institucional de cuidado à saúde nas práticas sexuais e reprodutivas de mulheres de ambos os grupos. Neste sentido, são objetivos específicos desta pesquisa: 1. Comparar características sociodemográficas e de comportamento sexual e reprodutivo de MVHA e MNVHA, incluindo acesso e uso de métodos contraceptivos, a ocorrência de gravidez não planejada, e histórico de interrupção de gestação; 2. Descrever e comparar a proporção de MVHA e MNVHA que relatam situações de violência psicológica, física e/ou sexual sofrida e a associação desses episódios com aspectos da saúde sexual e reprodutiva de MVHA e MNVHA; 3. Entre MVHA, investigar a especificidade da infecção pelo HIV/AIDS nas decisões e práticas relacionadas à vida sexual e reprodutivas dessas mulheres; 4. Investigar a associação de características dos serviços de saúde e da assistência à saúde sexual e reprodutiva de MVHA e MNVHA com suas práticas/decisões contraceptivas e reprodutivas. 5. Investigar e comparar entre MVHA e MNVHA os fatores individuais, relacionais, sociais e programáticos/institucionais associados a práticas contraceptivas em uso, a ocorrência de gravidez não planejada e ao histórico de interrupção de gestação.

Coordenador(a):

Profª. Drª. Regina Barbosa

Financiador:

FAPESP e CNPq