ANAIS





 



ANAIS DO SEMINÁRIO

"MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS, REFÚGIOS E POLÍTICAS"

 

12 de abril de 2016

 

MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA

 

Rosana Baeninger

Roberta Peres

(organizadoras)

 

ISBN: 978-85-88258-43-3

 

 



Apresentação

 

As migrações internacionais no século XXI assumem papel importante na dinâmica do crescimento da população em determinados países, expressam a atual divisão internacional do trabalho e constituem força propulsora para a (re)visão das políticas migratórias nos países receptores. Na época atual, engendram-se fluxos imigratórios e emigratórios, espaços transnacionais, refúgio, trajetórias, remessas, fronteiras, modalidades e especificidades na forma de interação dos grupos imigrantes na sociedade receptora, que necessitam de constante diálogo entre a produção científica, a sociedade e os formuladores de políticas. Desde o final do século XX, o Brasil passou a figurar na rota das migrações internacionais, tanto no movimento de saída de brasileiros como na chegada de distintos contingentes imigrantes internacionais: latino-americanos, asiáticos, haitianos, africanos, imigrantes europeus qualificados e 123 nacionalidades de refúgio. A agenda governamental brasileira teve que se abrir, com maior ênfase em anos recentes, para a questão das migrações internacionais frente à sua posição na geopolítica mundial e na sua inserção na dinâmica e mobilidade do capital internacional.

Nesse sentido, é que este Seminário “Migração Internacional, Refúgio e Políticas” busca dialogar com distintos campos disciplinares, avançando no conhecimento teórico-metodológico, bem como debater com atores governamentais e a sociedade civil as políticas migratórias (ou a ausência delas) e as políticas sociais para os imigrantes no Brasil do século XXI. A realização do evento no Memorial da América Latina em São Paulo tem uma força simbólica no que se refere tanto ao espaço público-político e a imigração internacional no país quanto ao papel de São Paulo na história da imigração nacional passada e presente. A organização do Seminário contou com a participação de uma rede de pesquisadores e de universidades (UNICAMP, UFAM, UDESC, URCA-CE, UFRN, UFAP, PUC Minas, UFABC) que têm se dedicado ao tema das migrações internacionais.

Com o objetivo de expandir o diálogo com outros grupos de pesquisa o Seminário “Migrações Internacionais, Refúgio e Políticas” contou com uma Sessão de Pôsteres, com mais de 45 trabalhos. A diversidade das pesquisas – fluxos migratórios, perspectivas teóricas, aportes metodológicos – apontam para o atual panorama das migrações internacionais, seu caráter dinâmico e complexo. Acreditamos que a produção apresentada nesta publicação pode tanto servir como poderosa fonte de consulta para os interessados em migração internacional, como também, oferecer diferentes olhares a esses processos, além de compor uma agenda tanto de pesquisa quanto do pensar as políticas migratórias no país. 

Rosana Baeninger
Roberta Peres



Veja aqui imagens do evento

 



Sessões:

 

• ASPECTOS GERAIS DA DINÂMICA IMIGRATÓRIA NO BRASIL NO SÉCULO XXI


• A FEMINIZAÇÃO COMO TENDÊNCIA DA MIGRAÇÃO BOLIVIANA PARA A REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO


• E QUANDO MUDA A PAISAGEM RACIAL URBANA? REFLEXÕES SOBRE O PROCESSO MIGRATÓRIO HAITIANO E SUAS RELAÇÕES COM O PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO SOB O PRISMA DAS MÍDIAS E REDES SOCIAIS DIGITAIS


• REFUGIADOS BRASILEIROS NO SÉCULO XXI: POR QUE CIDADÃOS DE UM PAÍS DEMOCRÁTICO SOLICITAM A PROTEÇÃO DE OUTRO ESTADO?

 

• A COOPERAÇÃO E O SEU IMPACTO NAS MIGRAÇÕES DE (E PARA) PORTUGAL. DA ESTRATÉGIA POLÍTICA À REALIDADE NA ACÇÃO

 

• DESAFIOS À APLICAÇÃO DE SOLUÇÕES DURÁVEIS

 

• BOLIVIANOS EM SÃO PAULO: REDES, TERRITÓRIOS E A PRODUÇÃO DA ALTERIDADE

 

• UM ENSAIO SOBRE OS IMIGRANTES AFRICANOS NO BRASIL, ORIGEM E DESTINO: ANÁLISE DOS DADOS DA DIVISÃO DE CADASTRO E REGISTROS DE ESTRANGEIROS DICRE DA POLÍCIA FEDERAL 2000 – 2015

 

• REFUGIADAS SÍRIOS EM SÃO PAULO: O DIREITO À INTEGRAÇÃO

 

• UM PASSADO PRESENTE: A EMIGRAÇÃO RECENTE DE PORTUGUESES PARA O BRASIL

 

• DE METRÓPOLE MESTIÇA A CIDADE GLOBAL COSMOPOLITA: SÃO PAULO NO SÉCULO XXI

 

• POLÍTICA DE MIGRAÇÃO BRASILEIRA: O QUE ESPERAR DE UMA POLÍTICA RESPALDADA NO ESTATUTO DO ESTRANGEIRO DE 1980?

 

• PELO DIREITO DE FALAR: PRÁTICAS DE ENSINO, ACOLHIMENTO E EMPODERAMENTO EM CONTEXTOS MIGRATÓRIOS

 

• REUNIÃO FAMILIAR COMO ALTERNATIVA DE PROTEÇÃO: DESAFIOS E AVANÇOS NA REALIDADE BRASILEIRA

 

• TRANSFORMAÇÕES URBANAS E IMIGRAÇÃO HAITIANA: IMPACTOS DO NOVO FLUXO DE IMIGRAÇÃO NO BRASIL

 

• PLATAFORMA DIGITAL ‘MÍDIAS DE IMIGRANTES DE SÃO PAULO’: MEMÓRIA E AÇÃO COMUNICATIVA DAS MIGRAÇÕES TRANSNACIONAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO A PARTIR DOS ANOS 90

 

• POLÍTICAS PÚBLICAS DE TRABALHO PARA IMIGRANTES: UM OLHAR SOBRE O CONCEITO DE TRABALHO DECENTE, INSTITUIDO PELA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO

 

• MUSEUS DAS MIGRAÇÕES: ENTRE O PASSADO E O PRESENTE

 

• AS IMPLICAÇÕES HUMANAS DA FACE PERVERSA E EXCLUDENTE DA GLOBALIZAÇÃO: CAMPO DE REFUGIADOS DE DADAAB

 

• ÑEMOSARAMBIPA: DESLOCAMENTOS FORÇADOS ENTRE OS GUARANI DE MATO GROSSO DO SUL

 

• REFUGIADOS E REFUGIADAS POR ORIENTAÇÃO SEXUAL NO BRASIL: DIMENSÕES JURÍDICAS E SOCIAIS

 

• OS ESTRANGEIROS EM SÃO PAULO; SEUS TERRITÓRIOS DE CONTATO E RELAÇÕES COM O OUTRO: A CULTURA GASTRONÔMICA

 

• MIGRAÇÃO HAITIANA NO BRASIL: O REFÚGIO E AS POLÍTICAS MIGRATÓRIAS

 

• DESAFIOS À INCLUSÃO DOS IMIGRANTES HAITIANOS NA SOCIEDADE BRASILEIRA

 

• ENCONTRANDO A PRÓPRIA VOZ: PARTICIPAÇÃO POLÍTICA DE MULHERES IMIGRANTES NAS ELEIÇÕES PARA O CONSELHO PARTICIPATIVO MUNICIPAL DA CIDADE DE SÃO PAULO ENTRE 2014 E 2016

 

• ANÁLISE TEMPORO ESPACIAL E PERFIL DA IMIGRAÇÃO HAITIANA NO BRASIL – 2010-2014

 

• AMAZONIAN GATEWAYS: A ROTA DE ACESSO DE IMIGRANTES ATÉ O BRASIL PELA REGIÃO NORTE

 

• A MÍDIA PODE SER ALIADA DA MIGRAÇÃO? O BLOG MIGRAMUNDO E A COBERTURA SOBRE O TEMA NO BRASIL

 

• REPRESENTAÇÕES DOS PROFISSIONAIS DO DIREITO ACERCA DAS MAIORES DIFICULDADES NO ENFRENTAMENTO AO TRÁFICO DE PESSOAS

 

• TRABALHADOR FRONTEIRIÇO: ENTRE A POSITIVAÇÃO E A IMPLEMENTAÇÃO DOS DIREITOS HUMANSO E FUNDAMENTAIS

 

• EXPRESSÃO DA IDENTIDADE SEXUAL E A ANÁLISE DA CREDIBILIDADE DO PEDIDO DE REFÚGIO FUNDAMENTADO EM RAZÃO DA ORIENTAÇÃO SEXUAL E IDENTIDADE DE GÊNERO

 

• AS CONDIÇÕES DE TRABALHO DE IMIGRANTES E REFUGIADOS NAS AGROINDÚSTRIAS DA REGIÃO OESTE DE SANTA CATARINA

 

• IMIGRAÇÃO CARIBENHA E AFRICANA PELA FRONTEIRA TRINACIONAL PERU-BOLÍVIA-BRASIL: CARACTERÍSTICAS, ESPECIFICIDADES E REPERCUSSÃO SOCIAL

 

• PROJETO DE ASSESSORIA A IMIGRANTES NA ZONA NORTE DE PORTO ALEGRE

 

• A IMPORTÂNCIA DA INFORMAÇÃO DO ESTADO DE ORIGEM PARA A DETERMINAÇÃO DA CONDIÇÃO DE REFUGIADO NO BRASIL A PARTIR DA LEI 9.794/1997: ADEQUAÇÃO AOS PADRÕES INTERNACIONAIS OU ALEGORIA LEGISLATIVA?

 

• BIOPOLÍTICA, BIOPODER E DESLOCAMENTO DE MULTIDÕES: FUNDAMENTOS FILOSÓFICOS NA COMPREENSÃO DE JUSTIÇA, MEDIAÇÃO INTERCULTURAL E PRODUÇÃO DE NOVOS DIREITOS

 

• O OBSERVATÓRIO DAS MIGRAÇÕES DE SANTA CATARINA: PANORAMA DOS PROJETOS DE PESQUISA

 

• INTEGRAÇÃO LOCAL DE HAITIANOS EM SANTO ANDRÉ: A INFLUÊNCIA DAS ENTIDADES RELIGIOSAS SOBRE O PROCESSO DE INTEGRAÇÃO

 

• PROCESSOS DE PARTICIPAÇÃO E ORGANIZAÇÃO POLÍTICA DE HAITIANOS NO BRASIL: EXPERIÊNCIAS E DESAFIOS DA KORE AYISYEN (ASSOCIAÇÃO DOS HAITIANOS DE CONTAGEM/MG)

 

• “RUMO AO INTERIOR: BOLIVIANOS NO ESTADO DE SÃO PAULO”

 

• POR BRAYAN: A BANCARIZAÇÃO DE IMIGRANTES EM SÃO PAULO (2013-14)

 

• UM ESTUDO DE CASO EM PORTO VELHO: AS CRIANÇAS HAITIANAS E A INSERÇÃO ESCOLAR NA REDE PÚBLICA

 

• REPENSANDO A COMPLEXIDADE DOSPROCESSOS MIGRATÓRIOS PARANAENSES: ARTICULANDO MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS E A DIMENSÃO POLÍTICO-INSTITUCIONAIS

 

• A ADOÇÃO DE BARREIRAS FRONTEIRIÇAS PELOS ESTADOS E O PRINCÍPIO DE NON-REFOULEMENT: O IMPEDIMENTO DE ACESSO AO TERRITÓRIO E O ÓBICE À SOLICITAÇÃO DO RECONHECIMENTO FORMAL DA CONDIÇÃO JURÍDICA DE REFUGIADO